Até o final da manhã, primeiro refém das Farc deve ser resgatado com o apoio do Brasil

Em algumas horas, ainda na manhã de hoje (9), a equipe que vai resgatar cinco reféns – dois políticos e três militares – mantidos em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) fará a primeira libertação. Os helicópteros levantarão voo da região de Villavicencio (na Colômbia) em direção a uma área na selva colombiana, definida pelos guerrilheiros, para o primeiro salvamento. As operações serão feitas em três etapas – uma hoje, outra sexta-feira (11) e a última, no domingo (13).

Dois helicópteros e 22 militares do Exército do Brasil participam das operações, assim como integrantes do governo da Colômbia, do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, a ex-senadora Piedad Córdoba, uma das principais negociadoras, acompanhada por Hernando Gómez e Danilo Rueda, que integram a organização não governamental Colombianos e Colombianas pela Paz.

“Está tudo programado para os helicópteros saírem daqui [de Villavicencio, na Colômbia] por volta das 8 horas de Bogotá [cerca de 11 horas, em Brasília]. Ao que tudo indica dará certo”, disse à Agência Brasil a porta-voz do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, Sandra Lefcovich.

O primeiro refém a ser libertado é o vereador Marcos Baquero. Depois, na sexta-feira a equipe de resgate vai para Florencia (também na Colômbia) para libertar o vereador Armando Acuña e o militar Henrique Marinho López Martínez. No último dia das operações, no domingo (13), serão resgatados, na cidade colombiana de Ibagué, os militares Guillermo Solórzano e Salim Sanmiguel.

As negociações para a libertação dos reféns foram feitas depois de várias exigências tanto das Farc como do governo do presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos. A base dos acordos são os protocolos de segurança em que o governo garante a suspensão por 36 horas das operações militares nos locais onde serão entregues os cinco reféns.

Em ações anteriores, foram tomadas medidas semelhantes. O Exército do Brasil participou de duas ações dando o suporte por meio de helicópteros e de equipes de apoio, como faz nesta operação.

Agência Brasil

Tags:

  ●    ●    ●    ●  

Compartilhe:
Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies