Escutar atentamente as diversas vozes, para uma profunda unidade dos corações: exortação do Papa aos novos cardeais

Foi um “encontro simples e familiar” o que Bento XVI teve nesta manhã, na Aula Paulo VI, do Vaticano, com os parentes e amigos dos vinte e quatro novos cardeais criados no consistório destes últimos dias. “Foram momentos de fervorosa oração e de profunda comunhão”, a “prolongar (disse o Papa) com espírito repleto de gratidão para com o Senhor, que nos deu a alegria de viver uma nova página da história da Igreja”.

Dirigindo-se, nas várias línguas aos diversos grupos de cardeais, Bento XVI nomeou-os um a um, referindo a missão que desempenham na Igreja. Em italiano, o Papa pediu aos presentes que rezem para que eles possam “perseverar fielmente nas respectivas tarefas, a bem do Evangelho e de todo o povo cristãos”. Também em francês, Bento XVI solicitou orações para que os novos cardeais sejam “testemunhas ardentes do Evangelho, para voltar a dar ao mundo a esperança de que este tem necessidade, contribuindo a estabelecer por toda a parte a paz e a fraternidade. Em língua inglesa, referiu os esforços que os purpurados não deixarão de desenvolver para “construir o Corpo de Cristo na unidade, na santidade e na paz”. Idêntico desejo e esperança exprimiu o Papa em alemão. Em espanhol, fez votos de que “os novos membros do Colégio dos cardeais, movidos por um intenso amor a Cristo e unidos em estreita união com o Sucessor de Pedro, continuem a servir com fidelidade a Igreja”.
Na saudação em português ao cardeal Raymundo Damasceno Assis, arcebispo de Aparecida, Bento XVI evocou a sua passagem por aquele santuário mariano:

“A vossa presença me recorda as horas de íntima alegria e grande esperança eclesial vividas em Aparecida, durante a minha inesquecível visita ao Brasil que, sobretudo naquele dia, se alargava a todo o Continente Latino-Americano e Caribenho, com o seu episcopado lá reunido em comunhão de fé, esperança e amor, sob o olhar maternal de Maria, em torno do Sucessor de Pedro. Hoje convosco, reitero a minha confiança afetuosa ao Senhor Cardeal Arcebispo da Aparecida e peço a Nossa Senhora que a todos vos proteja e assista, iluminando de esperança a vossa caminhada, em união com o Pastor e amigo, para instaurar todas as coisas em Cristo.”

A concluir, recordando a celebração, neste dia 22 de Novembro, da memória da mártir romana Santa Cecília, Bento XVI exortou nestes termos os novos cardeais:

“Que a padroeira da música e do canto acompanhe e sustente o vosso empenho em serdes na Igreja pessoas que escutam atentamente as diversas vozes, para tornar mais profunda a unidade dos corações”.

Radio Vaticano

Tags:
Compartilhe:
WhatsApp Image 2022-11-16 at 00.03.22
Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies