Cardeais do mundo inteiro reunidos no Vaticano com o Papa para um encontro de reflexão e oração

Bento XVI abriu esta Sexta-feira , no Vaticano, uma reunião de “reflexão e oração” com os membros do colégio cardinalício, por ocasião do consistório para a criação de 24 novos cardeais, neste sábado dia 20.
Segundo o director da sala de imprensa da Santa Sé, padre Federico Lombardi, a iniciativa visa “reflectir sobre os temas mais delicados que dizem respeito à Igreja contemporânea e ao ministério do Papa”.


O dia iniciou-se com a abordagem de dois temas de discussão: a situação da liberdade religiosa no mundo e novos desafios, com introdução do Secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone; e a liturgia na vida da Igreja, hoje, com introdução do prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, cardeal Antonio Cañizares Llovera.
Depois de um almoço do Papa com os cardeais, o encontro vai discutir os casos de abusos sexuais cometidos por membros do clero.
O prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, cardeal William Joseph Levada, vai apresentar uma comunicação intitulada “Resposta da Igreja aos casos de abusos sexuais”.
O mesmo responsável vai falar sobre a constituição apostólica “Anglicanorum coetibus”, de Bento XVI, que abre portas ao regresso de grupos anglicanos descontentes à Igreja Católica.
O futuro cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos e colaborador próximo do Papa, vai falar sobre os 10 anos da declaração “Dominus Iesus” (assinada pelo então cardeal Joseph Ratzinger), texto que trata da “unicidade e a universalidade salvífica de Jesus Cristo e da Igreja”.
Após cada intervenção, os cardeais podem manifestar-se livremente, na língua da sua escolha, sem limite de tempo.
Presentes no encontro estão dois portugueses, o cardeal José Saraiva Martins, prefeito emérito da Congregação para as Causas dos Santos, e o Patriarca de Lisboa, cardeal José Policarpo.
O último encontro do género aconteceu em 2007 e decorre nos mesmos moldes, indica o padre Lombardi.
“O Papa participa, escuta muito atentamente, seja as intervenções previstas, seja aquilo que os cardeais presentes desejam dizer ou pedir, como explicação”, refere o porta-voz do Vaticano.
Quanto às intervenções previstas, o sacerdote italiano revela que se trata de “uma comunicação, informação, clarificação, reflexão sobre algumas questões, mas não um aprofundamento particularmente desenvolvido”.
No final dos trabalhos, deverá ser divulgar um comunicado “informativo e sintético”.
O encontro acontece em vésperas do terceiro consistório do actual pontificado (o último aconteceu em Novembro de 2007), para a criação de 24 novos cardeais, 20 dos quais com direito a voto em eventual conclave para eleição de um Papa.

Radio Vaticano

Tags:
Compartilhe:
WhatsApp Image 2022-11-16 at 00.03.22
Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies