A Imaculada Concepção de Maria mostra que o amor de Deus é maior que qualquer mal, disse Bento XVI

VATICANO, 09 Dez. 10 / 01:51 pm (ACI).- Ao presidir ontem ao meio-dia (hora local) a oração do Ângelus na Solenidade da Imaculada Concepção da Virgem Maria, o Papa Bento XVI ressaltou que este intuito divino mostra que o amor de Deus é maior que qualquer mal e pecado do ser humano.


Da janela do Palácio Apostólico que dá à Praça de São Pedro de onde se dirigiu aos milhares de peregrinos reunidos para a oração Mariana, o Papa assinalou que “hoje nossa reunião para a oração do Ângelus adquire uma luz especial, no contexto da Solenidade da Imaculada Concepção de Maria” no que a liturgia da Igreja proclama o Evangelho da Anunciação-Encarnação.

“‘ Alegre-se, cheia de graça! O Senhor é contigo!” – disse o mensageiro de Deus, revelando a identidade profunda de Maria, a “cheia de graça”, nome que o Senhor lhe deu. “Esta expressão que nos é familiar desde a infância, pois a pronunciamos toda vez que rezamos a “Ave Maria”, nos oferece a explicação do mistério que hoje celebramos”, explicou o Papa.

“Maria, desde o momento em que foi concebida por seus pais, foi escolhida por Deus para ser a mãe de seu Filho que se fez homem. Por isso, Maria foi preservada do pecado original. O anjo se dirige a ela com o nome “cheia de graça” que literalmente significa: “desde sempre repleta do amor de Deus”, de sua graça”, frisou o Santo Padre.

Bento XVI indicou logo que “o mistério da Imaculada Conceição é fonte de luz interior, esperança e conforto. No meio a tantas provações da vida e contradições que o homem experimenta dentro de si e ao seu redor, Maria, Mãe de Cristo, nos diz que a Graça é maior do que o pecado, que a misericórdia de Deus é mais forte que o mal e sabe transformá-lo em bem”.

O Santo Padre explicou que a origem do pecado e do mal está no coração humano, quando este decide não seguir a vontade de Deus caindo nas tentações do maligno. Diante desta situação, o Senhor decide enviar o seu Filho “nascido de mulher” para a salvação e reconciliação de todos.

“Esta mulher, a Virgem Maria, beneficiou-se antecipadamente da morte redentora de seu Filho e da concepção foi preservada do contágio da culpa. Por isso, com o coração imaculado, Ela nos diz: confiai em Jesus, Ele vos salva”.

Bento XVI se referiu logo à homenagem à Imaculada esta tarde na Praça da Espanha, “com este ato de devoção me faço intérprete do amor dos fiéis de Roma e do mundo inteiro para a Mãe que Cristo nos deu”.

“A sua intercessão encomendo as urgentes necessidades da Igreja e do mundo. Ela nos ajuda sobre tudo a ter fé em Deus, a acreditar em sua Palavra, a rechaçar sempre o mal e a escolher o bem” concluiu o Papa.

Tags:
Compartilhe:
Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies