Você é carente?

Carente

    Essa é uma pergunta muito importante em nossas vidas! Você é carente? Segundo alguns dicionários, essa palavra significa: “que tem necessidade, que precisa; carecente, necessitado”.

    Assim, tomando como base esses significados, vamos analisar o que vivemos nos dias de hoje? Hoje em dia é muito comum vermos pessoas que agem com uma profunda carência. Pessoas que não conseguem viver sozinhas as coisas mais simples do cotidiano. Geralmente, uma pessoa carente tem necessidade de sempre ter alguém que a estimule ou que dê valor às coisas que ela faz. 

    Muitas pessoas sentem uma necessidade exagerada de serem aceitas e isso causa alguns problemas no círculo social, com os amigos e até familiares. A pessoa carente acredita que precisa do reconhecimento, admiração, respeito, ajuda e apoio de terceiros para conseguir seguir adiante com as suas vidas, mas se sente perdida para conseguir essa validação. Sendo assim, cria uma expectativa no coração que nem sempre vai ser correspondida.

    Quem é carente precisa o tempo todo de atenção e isso pode desgastar muito as outras pessoas, fazendo que aconteça justamente o contrário: ao invés da pessoa ser amada intensamente, ela acaba causando um afastamento daqueles mais próximos. Quanto mais a pessoa é carente, mais ela pode sufocar os outros.

    Mas, como acabar com essa carência?

   Como dar fim a este tipo de atitude que afasta as pessoas que mais amamos? É muito simples! O segredo está em saber-se amado por Cristo e orientar tudo em sua vida para Ele! Porque o amor poderoso de Deus é o único capaz de preencher os nossos corações aflitos, perdidos, carentes!

   Você percebe que é uma pessoa carente?

    Então, vamos lá! Pense em sua vida e em quais situações você se vê nesse papel de pessoa carente. Você espera muito das pessoas? Tem necessidade de falar muito de você mesmo e não dá tempo para os outros se expressarem? Sente que as pessoas se afastam de você e você não consegue entender o porquê?

    Não sei quais são as suas carências e nem as suas necessidades. Mas Deus sabe! Ele é o único que sabe, que te conhece e que pode preencher esses vazios. Nada pode nos separar do amor de Deus e de sua potência! Esse amor que nos foi dado de forma gratuita pode nos libertar de toda e qualquer dependência dos outros ou das coisas, nossas necessidades materiais. É possível não ser carente!

   Deus, na sua infinita misericórdia, nos ama com um amor verdadeiro e poderoso. Ele nos sustenta em todas as situações! Este amor nos preenche e nos liberta! Não precisamos receber validações das pessoas o tempo todo. Nem todos vão entender o momento que você está vivendo. Peça a Deus para que seja livre dessa carência.

    Ouse pedir esta libertação e creia que Deus estará sempre ao seu lado, te sustentando e te guiando. Mas, para que Ele consiga agir na sua vida.

   É necessário querer e dar essa abertura para o  Todo Poderoso!

    Vivemos algumas experiências na infância que podem nos levar a reagir de duas maneiras: a boa e a rebelde. A boa é aquela que sente que é obrigatório dar para receber, está sempre disposta a fazer tudo em troca de algo. Não existe sentido nas coisas se não faço uma troca justa. Isso nos engana e nos impede de viver a liberdade em Deus, a qual somos todos chamados!

   A pessoa dá uma coisa e quer receber outra em troca. Faz de tudo para ser amada, retribuída, valorizada. O amor não é verdadeiro pois não é uma doação gratuita, quer sempre algo em troca. Isso exige sempre muito da própria pessoa que age assim e afeta suas relações, amizades.    

    Outra forma de reação à carência é se tornar rebelde e fazer de tudo para ser notado. O importante é chamar a atenção. Às vezes, nem a pessoa percebe o quanto ela está se expondo e muitas vezes elas estão sendo vistas pelos outros como alguém que gosta de aparecer, gosta de ser o centro das atenções, de ser importante para todos.

    São vários os fatores que podemos observar que são causas de carência afetiva. Tudo isso deve ser analisado e tratado de maneira concreta para que o indivíduo possa ser livre de suas próprias amarras. É muito importante buscar as causas de nossos sofrimentos e carências. Pois quando tocamos a causa, podemos ser curados e libertos. É fundamental buscar uma cura, um tratamento para esse sentimento de carência.

    Uma questão que é preciso pensar é que cada um dá o que pode dar, o que tem para dar. Por isso, nosso coração não pode ser exigente a ponto de querer sempre mais do outro. Devemos acolher o que nos é dado e fazer disso um fruto de amor, de gratidão. Ser grato a tudo o que se recebe, mesmo que não seja o que você esperava!

   Te convido a rezar essa oração para que o seu coração esteja aberto para a graça de Deus entrar e te curar!

   “Senhor Jesus Cristo, reconheço que preciso de ajuda. Sinto-me dependente de atenção, presença e carinho das pessoas. Senhor, não encontro forças em mim mesmo para me libertar da influência dessas tentações. A toda hora esses pensamentos e sentimentos de paixão e desejo me invadem. Não consigo me livrar deles, pois o meu coração não me obedece. A tentação me venceu.
    Peço o Seu socorro, oh Jesus! Eu me agarro com todas as minhas forças ao poder de Sua Santa Cruz. Jesus, eu suplico que o Senhor ordene a todas as forças espirituais malignas que me amarram e atormentam por meio desses sentimentos e atitudes, para que se afastem de mim juntamente com todas as suas tentações.
    Senhor Jesus, a partir de agora eu não quero mais me deixar arrastar por esse espírito de carência e de apego. Eu não quero mais ser carente! Eu confio plenamente que, ao morrer na Cruz, o Senhor aniquilou toda força maligna que poderia me prejudicar física, emocional e espiritualmente. Meu Deus, eu me entrego em Suas mãos e afirmo: o Senhor é o meu protetor! Eu me coloco debaixo da Sua poderosa proteção. Aceito que o Seu Santo Sangue seja o meu escudo e que os Seus anjos me amparem.
    Senhor, por causa da força que me dais agora, assim, posso romper essas algemas afetivas e dizer ‘não’ a todo domínio dessa paixão sobre mim. Eu tomo a decisão de não viver mais sob o jugo desse afeto envenenado pelo erro. Estou liberto! Eu creio! Obrigado, meu Deus! Amém!”

Que Deus nos abençoe!

Leila Engels
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

Tags:

  ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●  

Compartilhe:
WhatsApp Image 2022-11-16 at 00.03.22
Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Livro

O Livro que eu sou

Hoje te convido a uma viagem especial, descalce os sapatos e deixe-se levar na estrada das palavras desta breve reflexão. Imagine que seus pés caminham

Leia mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies