Você busca a vontade de Deus?

“Pai Nosso que estás no Céu, santificado seja Vosso Nome, venha a nós o Vosso Reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu.” Mt6, 9

Pedimos sempre nessa oração que Jesus mesmo nos ensinou que a vontade de Deus seja feita. Repetimo-la diariamente e por várias vezes ao dia, quando rezamos o terço. Ela está
presente nas missas e em muitas novenas, dentre outras devoções, porém até que ponto ela é uma realidade para nós?

Nosso ego parece pedir: “Pai Nosso que estás no Céu, glorificado seja meu nome, construa para mim um reino onde seja feita a minha vontade, assim na terra como no Céu”!

Claro que seria um absurdo rezar assim, mas quantas vezes agimos como se assim rezássemos? Quantas vezes queremos convencer Deus a fazer a nossa vontade? E, “ai” Dele se não fizer! Não O reconheço, viro a cara, faço birra, saio da Igreja e brigo como se Ele devesse construir ao nosso redor um reino para nós, no qual todos os nossos pedidos fossem realizados e tivéssemos o controle de tudo, da exclusão de mal-humorados a pessoas que pensam diferente de nós! E assim vivemos reclamando insatisfeitos com o que nos acontece, com as dificuldades, as pessoas, os problemas, as cruzes! Seguimos construindo nossos “castelos de areia” iludidos que são de pedra e nunca uma onda poderá destruí-los.

A realidade é que a onda chega! E veremos de que matéria foi construído nosso Castelo!

As Sagradas Escrituras estão repletas de alertas, exemplos, parábolas, advertências e ensinamentos sobre esse perigo, mas tantas vezes não queremos saber e nos indignamos
quando vemos nosso castelo desmoronado. É assim a nossa vontade, como areia.

A vontade de Deus é pedra, não foi à toa que Ele Se denominou “pedra angular” e colocou para governar Sua Igreja, Pedro! (conf. Mt16, 18). A vontade de Deus é solida e imutável, pois é a vontade de um ser perfeito, além de que tal vontade é o nosso bem, que é sempre direcionada para que participemos de Sua felicidade eterna; para isso Ele nos criou. Sendo assim, o objetivo de Deus para nossas vidas é o Céu!

Sua Santíssima vontade é nos levar para junto Dele, então Ele vai permitir em nossas vidas
tudo o que contribuir para esse fim, dores, alegrias, decepções, sucessos, frustrações, surpresas e perdas. Em cada situação Ele nos chama para perto Dele, para nos apoiarmos e confiarmos Nele, pois Ele é Nosso Pai e já provou seu amor ciumento por nós na cruz de Cristo! Aceitar, acolher, desejar, sofrer, celebrar e buscar a vontade de Deus é gesto de sabedoria, pois ela é caminho certo para uma felicidade que não tem fim, incomparável com quaisquer alegrias passageiras dessa Terra.

Portanto, no amor, devemos “Fazer o que Deus quer, e querer o que Deus faz”, instrui
Santo Afonso de Ligório, doutor da Igreja. Aliás recomendo a leitura do Tratado da Conformidade com a Vontade de Deus, de sua autoria.

Deus é poderoso e pode tirar um bem maior de qualquer mal permitido. Ele não quer nosso sofrimento como não queria de Seu Filho, mas permitiu, por quê? Porque o bem que aquele sofrimento traria era nossa salvação, sendo assim, todo sofrimento que Ele permite em nossas vidas é em vista deste bem maior. Deixemo-nos purificar pelo Amor, na dor ou na
alegria.

“Aliás, sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus” Rm8, 28

Rezemos, portanto, de coração aberto e sincero a oração do Filho que ama o Pai, que conhece Seu coração, Ele Se abandonou a esse Amor intenso pela sua salvação, pelo seu bem, suportando tudo por você, para te ver feliz, te dar uma felicidade que nunca lhe será tirada!

“Pai Nosso que estás no Céu, santificado seja Vosso Nome, venha a nós o Vosso Reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu.” Mt6, 9

Rosana Vitachi
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

Tags:

  ●    ●    ●  

Compartilhe:
WhatsApp Image 2022-11-16 at 00.03.22
Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Livro

O Livro que eu sou

Hoje te convido a uma viagem especial, descalce os sapatos e deixe-se levar na estrada das palavras desta breve reflexão. Imagine que seus pés caminham

Leia mais »

0 resposta

  1. Pingback: Viva o agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies