Ser comunidade| A graça de ter irmãos

Você já ouviu falar das pessoas se tornarem irmãos ao fazerem parte de uma comunidade? Pode ser que você tenha esse desejo de viver em comunidade e ainda não descobriu. Que o bom Deus acenda a chama no seu coração se você for chamado a essa graça.

Primeiramente amigo leitor, quero te explicar o que é ser comunidade.

Comunidade significa comunhão das pessoas com a Santíssima Trindade e de Cristo com elas, formando um só corpo, uma só família, ou seja, ter algo em comum.

De forma concreta, temos direitos, deveres, compromissos e orientações. Tudo se origina no batismo ao seguirmos Jesus e seus ensinamentos, sendo fieis à Ele e tendo uma vida intensa vida comunitária, a fé e unidade com Cristo.

A comunidade Católica Pantokrator, por exemplo, é chamada nessa vivência em duas formas de vida: a aliança, que são aqueles missionários que tem a sua casa, seu trabalho, sua família, e são chamados a testemunhar a Deus no século, na simplicidade dos nossos dias a levar o amor incondicional de Deus ao mundo onde necessitam; e a forma de vida que é nomeada como vida comum, que são os missionários que são chamados a doar a sua vida, deixando as suas casas, seus empregos para doar sua vida aos irmãos e ao mundo que sofre.

Ambos são chamados a serem testemunho no mundo como um todo na missão de sermos fieis ao Deus que nos amou e nos chamou.

Amigo leitor, o tema desse texto fala em ser comunidade, porque não basta somente eu conviver com as pessoas, estando em comunhão com elas e com Cristo, pois eu preciso ser, e quando eu sou, aí sim a responsabilidade aumenta, porque eu entendo que como Deus chamou Samuel, ele também me chama para ser o diferente, para exalar os ensinamentos, os gestos e a feição de Cristo onde eu estiver.

Antes de eu ser membro efetivo, preciso deixar que Deus me molde como um todo, para eu ser expressão Dele também para os meus irmãos.

A graça de sermos irmãos.

Deus nos concede a graça de vivermos em Comunidade e não só vivenciar a vida com os irmãos, mas de tocar o sagrado da vida de cada um. Essa graça nada mais é do que sermos uma família com Cristo.

É fácil viver com a sua família? A família que Deus nos dá como comunidade também não é fácil, mas Ele não disse que seria. Nós também temos nossas diferenças, temperamentos, personalidade, opiniões diferentes, manias, gostos, enfim várias coisas que se esbarram no nosso jeito de ser. Propositalmente Deus permite tudo isso, porque como eu disse também é graça.

Os meus irmãos, por exemplo, me ensinam muito, a ponto de enxergarem em mim minhas fraquezas, misérias e qualidades, coisas em mim que nem a minha própria família biológica consegue enxergar ou falar. E o que a atitudes deles mudam em mim? Eles têm um olhar de Cristo sobre quem eu sou e quem eu estou me tornando e então eu não preciso ter vergonha de expor meus medos, meus sentimentos, ou simplesmente admitir que preciso chorar e que não estou em um bom momento, pois eles vão me acolher mesmo assim e me ajudar a dar passos.

Não estou dizendo que não devo cuidar e desistir da minha família biológica, mas, estou querendo dizer que através desse convívio com os meus irmãos de comunidade, passo a ter um olhar diferente sobre os meus, sobre quem eles são, e aceita-los e respeita-los de uma maneira diferente.

Querido leitor, a minha vinda para a comunidade, assim como vários missionários não foi fácil. Foi doloroso deixar os meus em outra cidade para morar e trabalhar mais perto da comunidade, mas a graça que impulsionava dentro de mim foi tão grande, o anseio do meu coração foi tão pulsante, que quando cheguei na cidade de Campinas onde é a sede da comunidade, meu coração se sentiu em casa, tive a certeza que ali era o meu lar.

Como diz na bíblia “Em verdade vos digo: ninguém há que tenha deixado casa ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras por causa de mim e por causa do Evangelho que não receba, já neste século, cem vezes mais casas, irmãos, irmãs, mães, filhos e terras, com perseguições – e no século vindouro a vida eterna. (Mc 10,29-30)

A promessa de Deus tem se cumprido na minha vida, pois eu não só ganhei uma casa, mas ganhei mães, pais, irmãos, amigos, uma grande família que se chama Pantokrator. Sou extremamente apaixonada por eles e imensamente feliz por tê-los comigo em tudo na minha vida, tenho orgulho de ver cada um deles dando passos em Cristo, a sensação chega a ser maior do que se eles tivessem ganhado um diploma da faculdade, pois estão dando a vida por Cristo, doando-se a pessoas e sei o quanto buscar a santidade é um caminho lindo e árduo.

Nós vivemos os nossos apostolados juntos, evangelizamos, jogamos bola, dançamos, trabalhamos, cantamos, brincamos um com o outro, sorrimos muito, choramos muito também.

Os momentos que estamos juntos é pura graça e misericórdia de Deus, porque eles se tornam únicos, pois Cristo está no meio de nós e através de nós a todo momento.

Estamos aqui juntos por um objetivo: Jesus Cristo! Sem Ele nada faz sentido. Tudo se transforma ao redor do amor, a nossa vocação é o amor como dizia nossa mestra Santa Teresinha do Menino Jesus. Salvamos almas e buscamos a nossa conversão diária.

Parece loucura né? Mas só os loucos escutam o chamado de Deus e vão atrás dele. E você já sentiu esse ardor missionário? Passou na sua cabeça em pertencer a uma comunidade? Talvez Deus esteja usando esse texto para te seduzir e te convidar a escrever uma nova história.

Pode ser que você tenha percorrido essas linhas e diferente de quem não é membro de uma comunidade, você talvez seja dessa comunidade ou de uma outra, e Deus esteja usando dessas linhas para fazer memória do quanto Ele te ama e da benção da família que Ele te deu, para te lembrar que você é um membro importante onde você está, e que sim seus irmãos te amam e estão com você.

“Voltando-se Jesus e vendo que o seguiam, perguntou-lhes: “Que procurais?” Disseram-lhe: “Rabi (que quer dizer Mestre), onde moras?”. – “Vinde e vede” – respondeu-lhes ele.” (Jo 1, 38-39)

Que o bom Deus te abençoe!

Carla Gaspar
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

Tags:

  ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●  

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies