Recomeços

A multidão se aglomera, alguém começa a contagem regressiva e, de repente, eles começam a explodir no céu. Eles são lindos, de diversas cores e intensidades. Alguns ainda explodem com certa sincronia formando uma espécie de dança no céu. Estes são os fogos de artifício, marcando o início do novo ano.

O ano recomeça, e é uma ótima oportunidade para refletirmos sobre o que queremos mudar em nossas vidas e um tempo que, para muitos, traz motivação e esperança. No entanto, o bom do recomeço, é a nova chance que nos é dada. Uma nova chance de mudar, de fazer tudo diferente, ou mesmo de evoluir em busca do aperfeiçoamento constante nas diversas áreas de nossas vidas.

Os recomeços fazem parte da nossa vida e há inúmeros exemplos onde podemos enxergá-los.

Existem os recomeços bons, fáceis e simples de lidar, ou que são mesmo inevitáveis. É o novo dia que se inicia, o novo período no ciclo escolar, o novo semestre da faculdade ou mesmo o novo emprego tão sonhado. Para esses recomeços, fazemos planos, listas de metas a serem alcançadas e pensamos onde gastaremos mais ou menos as nossas energias.

Existem também os recomeços mais difíceis de serem alcançados ou vividos, como os que se iniciam com a perda de um ente querido, com um desemprego ou até com uma decepção amorosa. Há também os recomeços dolorosos, como o recomeço na academia, o recomeço de uma nova carreira, o recomeço da vida em uma nova cidade, o recomeço de um relacionamento devido a uma traição, ou por falta de perdão, ou o recomeço de uma nova vida longe de um relacionamento abusivo.

Além desses, há também aqueles recomeços que, talvez, são os que mais exigirão os nossos esforços, mas também são aqueles que, provavelmente, são os que mais ansiamos alcançar. São os recomeços após as “quedas”, ou seja, após o pecado.

Independente do seu recomeço, nunca podemos nos esquecer do grande recomeço que Jesus nos proporcionou com a Sua morte na cruz.

Todo aquele que está em Cristo é uma nova criatura. Passou o que era velho; eis que tudo se fez novo! Tudo isso vem de Deus, que nos reconciliou consigo, por Cristo, e nos confiou o ministério dessa reconciliação. Porque é Deus que, em Cristo, reconciliava consigo o mundo, não levando mais em conta os pecados dos homens, e pôs em nossos lábios a mensagem da reconciliação” (2 Cor 5,18-19).

Sendo assim, uma vez livres do pecado, a partir de Jesus Cristo, que possamos orientar nossas ações para servirmos Àquele que realmente pode nos proporcionar uma vida sem escravidão. Além disso, não podemos nos esquecer de que, uma vez que pecamos, temos o sacramento da reconciliação para nos reconectarmos com Aquele que veio para nos resgatar, e que estará sempre pronto para nos perdoar. Assim como diz em 1 João 1,9: “Se reconhecermos os nossos pecados, (Deus aí está) fiel e justo para nos perdoar os pecados e para nos purificar de toda iniquidade”.

Caro leitor, eu não sei o que você está passando hoje. Pode ser que você queira superar vícios ou desenvolver algumas virtudes. Talvez você anseie por um recomeço na sua vida e nem saiba explicar o que seria ou nem como por onde começar. Talvez você queira mudar uma situação em sua vida, mas acredita não ser possível ou ser incapaz da mudança. Sendo assim, eu te digo que, muitas vezes, é difícil mesmo. É difícil, pois somos frágeis e precisamos da graça divina constantemente na nossa vida.

Diante de todo recomeço, uma coisa é certa: para todos eles, precisamos de coragem e perseverança, e precisamos pedir a Deus a graça de receber essas virtudes, todos os dias. Virtudes estas que podemos encontrar em diversos santos ao longo da história. Como em Paulo, que diz em Filipenses 3,12: “Não pretendo dizer que já alcancei (esta meta) e que cheguei à perfeição. Não. Mas eu me empenho em conquistá-la, uma vez que também eu fui conquistado por Jesus Cristo”.

Que possamos seguir o exemplo de Paulo, e lutarmos, todos os dias, mesmo que tenhamos que recomeçar de modo diferente, mas em busca sempre de conquistar a perfeição e de sermos pessoas melhores.

Que Deus nos abençoe.

Camila Martins
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Tags:

  ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●  

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies