Qual é a sua receita original?

Hoje proponho a reflexão através de uma breve história, um olhar para dentro de si em busca da nossa receita original, aquela que Deus criou:

Havia um confeiteiro renomado que decidiu criar uma receita especial para seu doce predileto: carolina¹!  Depois de muita dedicação, chegou a uma receita perfeita, uma carolina bem recheada de chocolate, com uma casquinha mais fina, fácil de quebrar e que desse mesmo a impressão de uma explosão de sabor ao paladar. 

Satisfeito com o doce, preparou um lugar de destaque para expô-lo na padaria, orgulhando-se do feito, pois todos os colegas haviam aprovado a receita com muitos louvores e incentivado o confeiteiro a enviá-la para premiação.

Foi feita tanta propaganda que a padaria lotou no primeiro dia de venda! Todos contentes, os clientes elogiavam a receita e a padaria ficou famosa pelas carolinas de chocolate. A oportunidade de enviar a receita para premiação aconteceu e foi vencedora, elevando ainda mais a fama do confeiteiro que já pensava em abrir sua própria padaria.

Acontece que, alguns dias depois da premiação, um ônibus de turistas parou no famoso local para apreciar o doce tão especial. Dentre as pessoas, destacou-se uma senhora que pediu somente duas carolinas e um café, sentou-se calmamente e comeu-as não muito animada. Não levou encomendas como os outros viajantes costumavam fazer.

Sentada no ônibus para seguir viagem, a senhora comentou com a colega do lado:

– Não gostei dessa carolina, tem a massa muito fina e recheio demais, enjoa esse tanto de chocolate. Prefiro a carolina do mercado do meu bairro. Aquela sim! Tem massa grossa e pouco recheio, do jeito que eu gosto!

Acontece que essa reclamação acabou chegando ao confeiteiro, que ficou triste e começou a encontrar defeitos em sua receita, já não achou sua carolina tão boa. Pensou que se pudesse ter menos recheio e uma massa mais grossinha, não seria enjoativa e tão frágil. Já no dia seguinte alterou sua receita. Alguns clientes estranharam, outros gostaram da mudança e outros ainda sugeriram recheio de doce de leite. A confeiteiro ficou animado com a repercussão e começou a fazer alterações na receita para atender a todos os paladares. 

Seu objetivo não era mais a receita perfeita da carolina, mas agradar a todos os paladares, porque queria abrir sua própria padaria.

Depois de algumas semanas, a procura pelas carolinas diminuiu e já não paravam ônibus de turismo. O confeiteiro ficou preocupado e tentou voltar à receita premiada, mas não foi possível, pois já haviam tantas alterações que a original havia se perdido.

Qual foi o erro do confeiteiro? Certamente querer o impossível, ter uma carolina que agradasse a todos os paladares. A receita original era perfeita, agradou ao confeiteiro e a tantos outros, mas o desejo de agradar a todos arruinou a carolina, pois o “problema” não era o doce, mas as diferentes preferências dos paladares que ele encontraria. E é natural que seja assim.

Como isso acontece em nossas vidas! Tantas vezes vamos mudando para agradar a todos os paladares que nos interessam e esquecemos da nossa receita original, aquela na qual Deus nos criou. Achamos que o problema está em nós, e não na diferença natural entre as pessoas. Desrespeitamos nossa essência para agradar outros, e acabamos não agradando nem a nós mesmos e nem a Deus.

A reflexão é curta, mas profunda. A quem você está buscando agradar? Você conhece sua receita original? Onde está sua verdade? Qual a sua autenticidade? Como está buscando seu autoconhecimento? Você tem prestado atenção em si?

Amamos a Deus também através do amor que temos por nós mesmos. Somos Seus filhos amados e preciosos, Sua receita premiada. Quanto mais nos aproximamos de nossa essência, mais livres e felizes seremos. 

Sejamos autênticos e sinceros, busquemos isso em nossa oração diária. Deus certamente não perde nossa receita original e irá nos revelar se a buscarmos de coração. O conhecimento dessa verdade e nosso devido respeito por ela agradará a Deus, a nós mesmos e a todos que nos amam de fato.

Você é uma receita premiada e sua felicidade está na fidelidade a essa receita e ao Confeiteiro que a criou. 

“Eu sou aquilo que Deus pensa de mim.” Sta. Teresinha

 

Referência:
¹ Carolina é um doce derivado do éclair, tradicional doce francês. É uma minibomba recheada com creme de chocolate, doce de leite ou creme de confeiteiro. Carolinas são especialmente comuns no estado de São Paulo, onde são encontradas facilmente em padarias.

 

Rosana Vitachi
Consagrada da Comunidade Católica Pantokrator

Tags:

  ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●  

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies