O Senhor é um Deus tirano?

Tirano

Vivemos em tempos difíceis onde anunciar Deus se tornou um grande desafio. Satanás tem investido pesado contra os filhos de Deus, e ele o verdadeiro tirano tem incutido de maneira sutil na mente das pessoas, principalmente das mais jovens que o Senhor é um tirano.

Tudo isso parece até um pouco estranho, mas vamos mergulhar nisso. Tirano é aquele quer usurpar o poder soberano de um estado, e é muito interessante que verdadeiro tirano é Satanás, e veja como ele tenta transferir para Deus esse título, ele que tenta usurpar o lugar de Deus no coração das pessoas, vai utilizando de seus meios escusos para sutilmente levar as pessoas a se afastarem de Deus como se os mandamentos fossem pesados demais e que uma vida com Deus roubaria a verdadeira liberdade.

É impressionante como vivemos em um tempo em que as pessoas de maneira descarada tentam transferir para os outros seus defeitos, seus erros, isso é um reflexo do mundo espiritual. O inimigo com suas insídias tem atingido os corações e utilizando-se deles para disseminar mentiras, e o que é verdade tenta mudar para mentira e vice-versa.

Três gerações.

O conhecimento de Deus se distingue bem nas três gerações que vou citar: A primeira que chamamos terceira idade é formada por pessoas que naturalmente receberam a transmissão da fé, isso era muito comum antigamente e mesmo que não seguem, o Deus verdadeiro foi a ela comunicado. Era uma tradição familiar a transmissão da fé.

A geração da meia idade podemos dizer que tem ainda um conhecimento de Deus, mesmo que com certa fragilidade, mas sabe onde aponta o norte da , mesmo sendo afetada pelas dúvidas trazidas principalmente pelos meios de comunicação e cultura moderna.

A nova geração é onde reside hoje o principal problema do conhecimento do Deus verdadeiro, esse de maneira geral não lhe foi comunicado, exceto em famílias de vivência da fé, e com o avanço tecnológico e das redes sociais foram como que entorpecidas em relação ao Deus verdadeiro e facilmente foi moldado em suas mentes falsas concepções de Deus. Muitos só conhecem um Deus simbólico, abstrato sem nenhuma concretude.

Foi exatamente aí onde o Demônio foi moldando as consciências e hoje quando ouvem falar de Deus, a primeira reação é um Deus que muito exige, que tira a liberdade (ou seja tirano) para aproveitarem o “bom” da vida e que não é concreto, não palpável.

Como desmitificar essa mentira?

O anúncio do Deus verdadeiro ganhou contornos bem difíceis, onde não basta simplesmente o tête-à-tête como se dizia, é preciso mergulhar mais profundo, ir ao núcleo onde está o problema, ir ao intelecto, nas consciências das pessoas para ali travar uma luta de fé onde a verdade possa restabelecer o seu lugar.

A concretude do anúncio de Cristo mais do que nunca nos leva para o combate do mundo espiritual, a nos abrirmos ao dom carismático do discernimento dos espíritos para podermos enxergar além dos olhos físicos. Se não agirmos dessa maneira, dificilmente conseguiremos êxito nessa batalha.

Os dois movimentos.

O mover de Deus é a força motriz de tudo isso, ela está sempre em direção do homem, da sua obra-prima. O homem que quer se realizar plenamente é aquele que seu movimento está voltado para o criador, porque sabe que sem ele não existe felicidade verdadeira. Nesses dois movimentos contrários entre si, mas que se encontram e são congruentes está a plena realização do homem. O Deus sedento do homem e o homem sedento do Criador.

Mas temos aí algo que pode ser um problema, ao homem foi dado o livre arbítrio e ele pode optar para não se mover em direção do Senhor.

Vemos isso claramente na parábola do filho pródigo Lc 15,11ss, quando o filho mais jovem pede a parte de sua herança e parte para uma terra distante e lá gasta dissolutamente todos os seus bens. Pelo livre arbítrio ele preferiu o movimento que não era em direção à Deus e o fim foi a lavagem dos porcos.

Mas quando ele cai em si, e muda seu movimento para o Pai, tudo se transforma, porque o movimento do Pai é imutável, estava lá sempre em espera, no primeiro mover do filho esses movimentos se encontram e aí o filho descobre a verdadeira felicidade, a verdadeira riqueza pois participa da alegria plena do Pai.

Em Maria o exemplo perfeito desses movimentos.

Em Maria nós vemos a plenitude desses movimentos quando Deus em seu infinito amor se move com toda plenitude possível à sua obra prima e nela encontra a resposta plena naquilo que lhe é possível, na sua plenitude, e nessa fusão acontece o maior acontecimento da humanidade, o Filho de Deus que se encarna, nada mais pode ser mais belo, mais feliz do que esta fusão do Divino com o humano.

Para anunciar Jesus hoje temos que ter essa convicção, de que Deus se move sempre em nossa direção, quer a nossa felicidade, não rouba nossa verdadeira liberdade, mas para isso precisamos arrastar pela caridade todos os que estão em movimento contrário para a direção do Criador, a nós basta isso, pois o próprio Deus fará o restante.

Deus é amor cf 1Jo 4,8 e suas leis são mais doce que o mel cf Sal 18,11, essa é a verdade que nunca se perderá, essa é a verdade que temos que anunciar, mesmo com todos esses desafios, “pois não é contra homens de carne e sangue que temos que lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal espalhadas pelos ares” Efe 6,12.

Elias Antonio Breda Gobbi
Consagrado da Comunidade Católica Pantokrator

Tags:

  ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●  

Compartilhe:
Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Governo

Cristo no Governo

Que tal começar o ano com Cristo no governo da sua vida? Muitas vezes, iniciamos o ano cheios de projetos, sonhos, propostas de mudanças e

Leia mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies