Final de ano: momento de gratidão ou murmuração?

Ano

Estamos nos aproximando do final de 2022 e eu te convido a fazer junto comigo, uma retrospectiva de como foi seu ano, o nosso ano!

Quando falamos em retrospectiva, me vem à lembrança aquele programa que passava na TV todo final de ano ( não sei se ainda passa ) – era um programa feito para relembrar e reviver as tragédias acontecidas no mundo, fazer memória dos “famosos” falecidos… Em meio a muito sensacionalismo e músicas de efeito, éramos levados a mergulhar numa linha do tempo onde pouco ou quase nada de bom e alegre era colocado em pauta, o ponto alto eram as coisas ruins acontecidas no ano…

Trazendo para nossas vidas: onde vamos colocar os holofotes da retrospectiva no nosso ano de 2022? Nas coisas boas que aconteceram ou nas adversidades?

Corremos o risco de muito facilmente cairmos na murmuração e no negativismo, colocando holofotes apenas nas coisas que não deram certo, para as dores sofridas, para as frustrações e tristezas e terminarmos o nosso ano na reclamação.

Meu irmão, minha irmã, eu não sei o que você viveu, não sei das suas lutas, não sei tudo o que você precisou enfrentar nesse ano que se finda, mas quero te propor a fazer um exercício de fé, de olhar para trás e tentar enxergar todos os motivos que você tem para agradecer! Tenho certeza que tanto você, como eu, temos muito o que agradecer a Deus! 

Precisamos treinar nossa mente e nosso coração para a gratidão! 

Te convido a fazer memória mês a mês deste ano, desde janeiro e ir agradecendo a Deus pelos pequenos ou grandes mimos que Ele te concedeu ao longo dos meses deste ano… Você vai perceber que houveram sim, momentos felizes, dias que você viveu grandes alegrias!! Não caia na tentação de olhar para essas situações como corriqueiras… não são, não foram! 

São graças recebidas, alegrias permitidas da parte de Deus para conosco!! Como Deus é bom!! Quantas alegrias Ele nos permite viver!! Como Ele cuida de nós!! Se você nesse momento que lê este artigo, não consegue lembrar de nada de bom que tenha te acontecido neste ano, peça ao Espírito Santo que te ilumine e te faça lembrar de todos os motivos que você tem para agradecer a Deus, tenho certeza que você se lembrará de muita coisa!!

Sobre a minha retrospectiva, o primeiro sentimento que me vem, é o de gratidão; gratidão a Deus por tudo o que vivi durante este ano! Gratidão por estar viva e desta forma, entendo que Deus ainda está me dando tempo de ser uma pessoa melhor, uma mãe e esposa melhor, uma cristã melhor e assim, me aprumar ainda melhor no caminho para o Céu.

Pode ser que você pense que na minha vida não tenha acontecido nada de ruim para eu estar escrevendo desta forma; ledo engano! 

Assim como você, tive momentos muito difíceis, vivi momentos de grande aflição com uma enfermidade de minha mãe no início do ano – ela nunca tinha ficado com a saúde tão debilitada e precisou de internação – foram quase 10 dias no hospital e quem já passou por essa situação de ter um ente querido internado, sabe como é desgastante e como ficam nossos sentimentos… sofri e não foi pouco, mas Deus esteve comigo o tempo todo! 

Era necessário que eu passasse por tudo isso para que eu crescesse na confiança em Deus, para que Ele me tornasse mais forte, para que minha fé fosse revigorada.

Essa enfermidade não veio para levá-la e hoje, com a graça de Deus e depois de vários meses de recuperação, ela está bem! Prova dada, prova vencida! Com Ele!!
Em julho, a irmã caçula de minha mãe, 13 anos mais nova que ela, ficou gravemente enferma e veio a falecer – outra prova, outra experiência dolorosa, mas que também foi necessária para me lembrar que estamos aqui de passagem, que nosso lugar é o Céu e que em se tratando de vida e morte não há regra… nem sempre os mais velhos são os que vão primeiro… Felizmente minha tia estava preparada e Deus nos deu a graça de devolvermos ela para Ele na certeza que aquele era realmente o momento dela retornar para o Pai… Outra prova!

Estou partilhando tudo isso para que você perceba que não há nada de diferente entre eu e você!!

Partilhei duas situações extremas do meu ano com você, mas houveram várias outras, quantas contrariedades acontecem nas nossas vidas todos os dias!! Vivemos lutas, vivemos luto, passamos por sofrimentos, mas o diferencial talvez seja a lente pela qual enxergamos todas essas situações que são inerentes a qualquer ser humano.

Posso te dizer com toda convicção que viver tudo isso em Deus  e com Deus, fez e faz toda diferença em minha vida!

Pode ser que realmente você tenha vivido um ano muito desafiador na fé… pode ser que realmente tenha sido o ano mais difícil de sua vida, mas creia, Deus não deixou de estar do seu lado! Nunca! Em nenhum momento! Mesmo naqueles que você tenha se sentido profundamente triste e sozinho…
Faça o exercício da gratidão!! Seja grato, agradeça!! Agradeça a Deus pelas graças recebidas neste ano!! Agradeça também por todos os momentos difíceis – mesmo que te seja difícil, mesmo que você ainda não perceba, eles vieram para trazer algo bom para você, para sua vida!!
Para o próximo ano, convide Jesus a viver suas dores com você, una as suas dores às Dele, tenho certeza absoluta que além de viver de forma mais leve, você será mais feliz, mesmo em meio às adversidades!! Ouse viver isso!! Vai ser bom!! Experiência própria!!

Viva as festas que se aproximam com espírito cristão!! Traga Jesus para festejar com você!! Festeje ( com sobriedade! ), mas vá a missa primeiro e se ainda não se confessou, corre que ainda dá tempo!!

Ana Marta Fonseca
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Tags:

  ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●  

Compartilhe:
Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Vinho

SEM VINHO, SEM VIDA!

Deus escolheu o vinho. De tantas e tantas possibilidades de milagres para iniciar sua vida pública, Jesus optou por transformar água em vinho. Já parou

Leia mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies