Criados para o fogo de Deus

Recentemente celebramos, com toda a Igreja, a Ascensão do Senhor, Sua subida aos Céus. Imaginemos os sentimentos que podem ter se passado no coração dos discípulos: o Mestre partiu. A partida de alguém que amamos muito, temporária ou definitiva, por uma viagem, mudança ou pela morte, é algo que mexe demais conosco.

Apesar disso, como lemos no Evangelho, o Senhor faz uma promessa aos seus discípulos, que é também uma promessa para nós: Eis que estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo(Mt 28,20).

Como Jesus parte, mas afirma que permanecerá conosco todos os dias?

Primeiramente, precisamos ter em nossos corações a certeza de que Deus não deixa de nos olhar, não deixa de pensar em nós, pois nossos nomes estão gravados na palma de Suas Mãos (cf. Is 49,14-16).

E a Sua permanência constante em nossas vidas se dá pela presença do Espírito Santo: E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Paráclito, para que fique eternamente convosco. É o Espírito da Verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece, mas vós o conhecereis, porque permanecerá convosco e estará em vós. Não vos deixarei órfãos. Voltarei a vós(Jo 14,16-18).

Essa é promessa de Deus para nossas vidas: E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Paráclito, para que fique eternamente convosco… Não vos deixarei órfãos.”

O que essa promessa significa em sua vida? Ela é para você!

Quais situações concretas da sua vida precisam ser confrontadas com essa verdade?

Deus deseja tanto cuidar de nós; deseja tanto participar de nossas vidas e Se revelar presente! O problema é que muitas vezes somos tão insensíveis à graça, à presença de Deus, que não somos capazes de perceber que não estamos sozinhos, que somos profundamente amados, cuidados, que somos acompanhados por um Deus que é fiel.

O pecado, como já vimos, é como um fogo que mata a nossa pele, tornando-nos incapazes de sentir algo. Todos fomos afetados por esse fogo e, muitas vezes, somos nós que procuramos “brincar com fogo”.

Podemos nos perguntar: por que o fogo nos atrai tanto?

O ser humano tem necessidade de se manter aquecido. Mesmo quem afirma gostar do inverno, gosta para poder se agasalhar e ficar aquecido. Naturalmente, ninguém gosta de passar frio.

Fomos criados para o fogo! Sim, mas é preciso discernir que é para o fogo de Deus, não para o fogo do demônio, o fogo do pecado.

É correto afirmar que fomos criados para o fogo, pois fomos feitos para Deus e Ele Se revela, em inúmeras passagens bíblicas, na imagem do fogo:

Em Pentecostes, o Espírito Santo veio como fogo sobre os apóstolos (cf. At 2,1-4).

Na sarça ardente, Deus Se revelou como fogo a Moisés (cf. Ex 3,2-5).

Elias invocou a presença do Senhor e Ele Se manifestou como fogo (cf. 1Rs 18,36-39).

Deus afirma que Seu zelo por nós é como um fogo devorador (cf. Dt 4,23-24).

Por ser Deus o fogo verdadeiro, Ele deseja nos retirar do fogo do demônio e nos introduzir no fogo novo, o fogo do Espírito Santo, o fogo do Amor Poderoso, no qual somos recriados e purificados. No fogo de Deus nossas vidas são reconstruídas!

Se desejamos essa purificação, precisamos, sem medo, adentrar esta Chama Divina, este Braseiro Ardente que se chama Espírito Santo. Não podemos nos contentar com superficialidade, pois Deus deseja profundidade: O Espírito Santo deseja nos tomar, nos consumir n’Ele.

Assim como acontece com o ouro, quanto mais nos deixarmos tocar por esse fogo, tanto mais ficaremos puros, tantos mais nos tornaremos belos, como são os filhos de Deus; mais vida e mais alegria teremos.

Queira que essa promessa de Deus se cumpra em sua vida! Deseje com todas as suas forças, clame, anseie. Peça, todos os dias, para que o fogo de Deus venha incendiar seu coração, para que, cada vez mais, você se torne cheio da vida de Deus e seja purificado de todo mal.

“Vinde, Espírito Santo!”

Edvandro Pinto
Consagrado da Comunidade Católica Pantokrator

Tags:

  ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●  

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies