Amar é olhar o outro

Olhar

“Amar é olhar o outro”. Essa frase de São João da Cruz esconde em sua simplicidade uma grandeza que só o amor pode ter. Olhar, no dicionário, traz o significado de “observar atentamente; examinar, sondar”. Já conseguimos perceber apenas por isso que o olhar está muito além de colocar meus olhos na relação de algo ou alguém, mas sim em contemplar o outro. A contemplação nos leva a um sentido transcendente, a encontrar no outro algo divino.

Quando uma mãe contempla seu bebê, ela está dizendo que o ama e que está atenta à sua fragilidade e dependência. Qual a mãe que ao olhar um filho chorando não se colocará em prontidão para atender essas necessidades? E mesmo que uma mãe possa vir a não se atentar a esse chamado de amor, o Senhor não nos abandona, assim como nos diz a Palavra em Isaías 49, 15. Ele é nossa mãe e nosso pai e está sempre a nos olhar.

Olhar o outro é estar atento como uma mãe e como um pai às fragilidades e dependências, às alegrias e tristezas e se colocar em ação em direção da pessoa buscando ajudá-la no momento em que ela está e da forma como ela precisa. É loucura pedir para uma criança correr uma maratona, pois não é esse o momento da vida dela, não está no alcance dela realizar essa tarefa. Amar é acolher o outro com o que ele tem e com o que ele é. Olhar o outro não é apontar os erros e exigir a mudança, mas é acolher a pessoa e elevá-la, propondo alternativas.

Olhar o outro é ter misericórdia

 Vemos na passagem do Bom Samaritano um bom exemplo de olhar o outro. Em Lucas 10,30, Jesus nos conta a parábola de um homem que foi assaltado e deixado para morrer no meio do caminho. Passou ali um sacerdote e um levita, olharam para ele, mas passaram adiante. Um samaritano olhou para ele, se encheu de compaixão, tratou as suas feridas e o levou a uma hospedaria para que ele se recuperasse. Perceba que os dois homens que passaram antes tinham visto o estado daquela pessoa, mas ao olhar não foram capazes de se encher de compaixão. Talvez eles até tenham sentido pena, mas isso não os moveu no amor em direção do outro. O samaritano, por outro lado, ao olhar aquela cena, conseguiu ver uma pessoa na sua fragilidade e dependência e agiu de acordo com a necessidade.

Se esse exemplo lhe parecer distante da realidade, nós podemos pensar que muitas vezes nos deparamos com homens deixados na beira da estrada, abatidos e roubados de si mesmos. É só olhar para as pessoas do nosso trabalho, da nossa família e logo veremos que a vida pode ter sido cruel, veremos olhares cansados, corações amargurados. Ao olhar para eles, qual tem sido nossa resposta?

O amor é nossa única resposta. E nosso modelo sempre será a pessoa de Cristo, pois Ele está sempre a nos olhar e se dar a nós com Sua misericórdia. Que possamos converter nosso coração para estarmos também atentos a olhar para o próximo e amá-lo na medida de Cristo. Não é fácil o caminho por conta da dureza dos nossos corações, mas tudo é possível com a graça de Deus. Que possamos nos lembrar sempre de que eu só posso olhar para o outro com esse amor porque Ele me amou primeiro. Ele me olhou primeiro e é a partir dessa relação de amor e intimidade que eu me dou inteiramente, assim como Ele fez.

Juntos até o céu!

 

Tayná Barbosa
Postulante da Comunidade Católica Pantokrator

Tags:

  ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●    ●  

Compartilhe:
Faça a sua doação e ajude a manter a nossa comunidade ativa e próspera

Conteúdos Relacionados

Vinho

SEM VINHO, SEM VIDA!

Deus escolheu o vinho. De tantas e tantas possibilidades de milagres para iniciar sua vida pública, Jesus optou por transformar água em vinho. Já parou

Leia mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies